quinta-feira, 4 de junho de 2009

Viagem ao Douro e Alentejo - Por Alexandre Junqueira

Amigos, o amigo e o enófilo Alexandre Junqueira me mandou este texto sobre uma viagem que ele fez recentemente ao Douro e ao Alentejo. e acho que além de ser um texto bacana, serve como referência para aqueles que planejam fazer uma viagem à estas regiões portuguesas!

Segue o texto dele e agradeço ao Junqueira por disponibilizar isto aos amigos leitores do blog!

"Amigos, recentemente estive percorrendo o Douro e o Alentejo, que são as 2 regiões vinícolas mais importantes de Portugal, gostei tanto da viagem que achei que não poderia deixar de compartilhar com os amigos um pouco dessa prazerosa experiência.

Regiões completamente distintas tanto pelo relevo quanto pelo terroir dos vinhos que produzem, Douro e Alentejo possuem em comum a qualidade dos seus vinhos. O Alentejo região de superfície plana produz vinhos mais suaves que os do Douro, que devido ao relevo montanhoso e o solo de calcário produz vinhos muito mais encorpados, tanto é que a tradição das vinícolas do Douro, sempre foi produzir vinhos do porto fortificados e não vinhos de mesa, essa mudança é recente, coisa de uns 30 anos.

As principais castas tintas são: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca, Trincadeira, Baga, Castelão e Sousão, essa última tem se destacado no Douro e para o plantio, como não poderia deixar de ser é usado o como porta-enxerto uma casta americana.

As principais cidades do Alentejo são Évora e Borba, em Évora (
www.guiadacidade.pt/portugal/redir.php?artid=14235) principal cidade alentejana, que fica a cerca de 130km de Lisboa, é possível fazer reservas para a visitação as vinícolas, a João Portugal Ramos e a Cartuxa são as mais badaladas e próximas. Em Évora não deixem de ir a loja de vinhos José Mendes Ramalho Louro - Vinhos & Tabacos 351 - 266 702 700, falem com o João(J.JPASSOS@SAPO.PT), terão uma grande aula sobre os vinhos da região, foi recomendado por ele, que comprei 2 vinhos maravilhosos 23 Barricas Reserva 2005(Herdade de Grous) e o Zambujeiro 2005, escolhido em 2007 o melhor alentejano pela revista Blue Wine.

Um pouco mais longe de Évora, Reguengos de Monsaraz (
www.guiadacidade.pt/portugal/redir.php?artid=16563) é uma bela cidade medieval a ser visitada.

O site
www.Wonderfulland.com me foi indicado por um grande amigo português e nos foi de grande ajuda em toda viagem, através deste, ficamos hospedados e fomos muito bem recebidos pelo Francisco e pela Alessandra da Quinta do Vallado (www.quintadovallado.com) uma das principais vinícolas do Douro, um lugar muito agradável que nos leva a pelo menos uns 200 anos atrás, a casa data de 1716, a hospedagem da direito a visita pela vinícola e a degustação.

Peso da Régua é a cidade mais próxima da região vinícola, mas na verdade para curtir a região o ideal é ficar hospedado no Pinhão(quase uma vila), ou ao longo do rio no trecho que liga Peso da Régua ao Pinhão, mas é tudo muito pequeno, certas horas lembra Itaipava, Correas ou a região do horto em Campos de Jordão, o lugar é muito bonito, um visual incrível de rio e montanhas cortadas em faixas para o plantio da uva, a região inclusive é considerada pela UNESCO como patrimônio histórico. Na região existem poucos, mas ótimos restaurantes como o DOC, o Douro In e o Cepa Torta.

Quem já visitou vinícolas do Novo Mundo como as do Chile ou da Argentina vai se surpreender como a infra-estrutura para a produção do vinho é pequena, nada de vinícolas grandes, as quintas como são chamadas, são propriedades pequenas aonde suas terras vão se confundindo umas com as outras, como o plantio é muito antigo, quando eles não sabem qual o tipo de uva da vinha, eles chamam de vinhas velhas.

Em Portugal, agora só se fala nos vinhos dos Douro Boys, grupo de amigos/enólogos de 5 quintas do Douro (Vallado, Crasto, Meão, Vale da Dona Maria e Niepoort/Quinta de Nápoles e Quinta do Carril), seu vinho Cuvée Douro Boys 2005 Magnum (apenas 500 gfs) custa 596,00 EUR em Portugal, tive a chance de provar numa degustação que fizemos e posso dizer que é muito bom, mas não é para o meu bico.

Visitamos algumas vinícolas pelo Douro, e sem dúvida um dos destaques foi a visita a Quinta do Vale da Dona Maria aonde fomos muito bem recebidos pela Sandy,Sandra Tavares, enóloga, que juntamente com Christian Van Zeller são os donos da vinícola, ambos fazem parte do seleto grupo dos Douro Boys. Sandy nos deu uma verdadeira aula sobre vinhos, de lá indicados por ela fomos a Quinta do Passadouro, vinícola da qual ela é também proprietária e enóloga, eles produzem o badalado Pintas 2005 que é um espetáculo.

Dos vinhos que tomei e eu trouxe do Douro, o Quinta do Vallado Reserva 2005, o CV 2005, o Quinta do Vale da D.Maria 2005, o Pintas 2005, o Quinta do Vale do Meão 2005 são excelentes compras ainda mais se conseguir comprar nas Quintas, pois custam entre 30 e 40 EUR, já nas lojas de Lisboa e do Porto custam entre 60 e 80 EUR. Uma outra boa pedida a um bom custo benefício, é o Duas Quintas que no freeshop do Brasil custa USD 16.00, lá custa 9 EUR.

ONDE SE HOSPEDAR -
http://www.wonderfulland.com/wonder2006/results_pt_guest_hotels.php

Dicas de hospedagem no Alentejo
Évora - Convento do Espinheiro -
www.conventodoespinheiro.com
Montemor - Monte do Chora Cascas
http://www.wonderfulland.com/wonder2006/results_pt_guest.php?searchtype=advanced#left_guest_5
Beja - Herdade da Malhadinha Nova
http://www.wonderfulland.com/wonder2006/results_pt_guest.php?searchtype=advanced#right_guest_6

Dicas de hospedagem no Douro
Pinhão - Quinta do Vallado -
www.quintadovallado.com
Pinhão - Quinta Casal de Loivos - www.casaldeloivos.com
Pinhão - Vintage House - www.cs-vintagehouse.com
Peso da Régua -Acquapura Hotel - www.aquapurahotels.com (hotel top da regiao)


Abraços, Junqueira."

2 comentários:

Ana Lucia disse...

Vou acrescentar algumas dicas: No Alentejo vale a pena visitar a Herdade do Esporão. A Propriedade é lindíssima e a recepção atenciosa. O Reserva Private Selection Branco foi uma agradável surpresa e além de vinhos, vc pode adquirir o excelente azeite produzido por eles a um preço convidativo. Hospede-se na Estalagem de Monsaraz, na cidade/vila que fica nas alturas e oferece uma vista espetacular! Para comer em Èvora vale a pena uma paradinha no Fialho para comer qualquer coisa - tudo é bom! e apreciar as sobremesas, claro. Quinta do Carmo é tb um bom vinho do Alentejo. No Douro,se tiver tempo, há um passeio de trem ou de barco que oferece experiências incríveis onde em minha opinião é a região vinícola mais bonita do mundo(sou suspeita, é verdade). É uma região relamente pitoresca e os proprietários "interagem" e muitas vezes tudo é literalmente em família. Se tiver tempo, é divertido comprar um mapa da região e tentar achar as vinícolas de preferência. É verdade que vc não encontrará grandes estruturas, mas pode ter grandes surpresas. Como ser atendido pelo proprietário e ainda provar gratuitamente seus vinhos.

André "Déco" Rossi disse...

Aninha...super obrigado pelas dicas!!! Além dos leitores, eu guardarei com carinho tudo isto... Eita portuguesa que honra a terrinha natal!!!!!

Bjs