sábado, 16 de janeiro de 2010

Bota Fora World Wine

Como reza a tradição, a World Wine começa nesta Segunda-Feira, 18.01 o seu Bota Fora anual. Serão mais de 800 vinhos, com descontos de até 70%. Champanhes, Proseccos, Tintos, Brancos, Rosés, Portos e até destilados fazem parte da lista de produtos na promoção. Alguns destaques valem a pena:

- O italiano Moma, do conhecido produtos Umberto Cesari com 30% de desconto.
- O francês Sirius, um ótimo custo benefício com 50% de desconto.
- O espanhol Bajoz, tradicionalmente muito vendido, com 50% de desconto.
- O chileno Punto Niño, um belo vinho para o dia-a-dia, também com 50%.

Geralmente estes Bota Foras da World Wine são muito bons mesmo. Então é bom correr, pois as garrafas somem rapidamente.

Esta é daquelas ocasiões que se gasta bastante, mas sem culpa nenhuma de ter cometido algum exagero...


CHEERS!!

2 comentários:

empty disse...

Ola Deco,

Primeiramente meus parabéns, eu também sou amante de vinhos e ultimamente o seu blog esta se tornando uma referencia pra mim.

Quanto ao bota fora da World Wine, queria te perguntar se você conhece o Stellenzicht Syrah 2002, que esta na promoção de R$ 239 por R$97,99. Sei que o produtor è bastante respeitado (ganhando também vários concursos internacionais), mas a minha duvida è: R$ 141 de desconto, será que o vinho esta já em fase de decaimento? A safra è 2002, mas afinal tem 18 meses de barrica...nao sei, voce que è o expert o que pensa? A compra vale a pena?
Obrigado pela resposta e parabens mais uma vez pelo ótimo trabalho!
Um abraço,

Mario

André "Déco" Rossi disse...

Olá Mario.
Em primeiro lugar obrigado pelos elogios e por ter tornado o EnoDéco uma fonte de consulta! Espero que esteja ajudando.

Sobre este vinho, eu ainda não bebi, mas também me chamou a atenção e acabei comprando, muito por recomendação do Caio, um dos vendedores de lá e um cara extremamente competente e sincero. Ele me falou bem deste vinho.

Levando em consideração os outros Bota Foras da WW, nunca comprei nenhum vinho ruim lá, que já estivesse passado. Talvez não seja um vinho para se tomar daqui a alguns anos, mas agora.

Mas acho que vale o risco. Pela seriedade deles e pelo histórico. Se quiser, fale com o Caio, que ele te atenderá muito bem!

Abraços.
Déco