quarta-feira, 1 de julho de 2009

Dica - Viña Loma Larga

Esta semana tomei um vinho ainda pouquíssimo conhecido no Brasil, mas que a contar o sucesso que anda fazendo no Chile, eles logo chegarão com força por aqui. A vinícola produtora é a Viña Loma Larga, que produz alguns vinhos varietais e um outro que é um corte de 5 uvas diferentes: Malbec, Merlot, Cabernet Franc, Syrah e Cabernet Sauvignon. E este foi o vinho que tomei: Loma Larga Quinteto 2006.

Localizada no Vale de Casablanca, esta vinícola tem como filosofia fazer vinhos de alta qualidade, com produções pequenas e limitadas. Possui vinhedos de Merlot, Syrah, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Pinot Noir e as brancas Gewurstraminner, Chardonnay e Sauvignon Blanc, que é a maior parte da área plantada dos vinhedos.

Uma prova do destaque que esta vinícola vem tendo é a edição atual do Descorchados, o guia de vinhos mais importante do Chile, que destaca o Malbec e o Syrah como os melhores de cada uma destas uvas do Chile e ainda coloca o Merlot, o Cabernet Franc e o BK-LK Syrah entre os 10 primeiros de cada categoria.

Sobre o Quinteto, vinho que originou este meu post, é um vinho delicioso e surpreendente e que eu trouxe ano passado lá do Chile, indicado pelo amigo Thiago. E achei ele ainda mais incrível pois é uma mistura de 5 uvas e no final, não sei se estava louco, mas na boca e no nariz ele me pareceu um típico Pinot Noir do novo mundo, com uma madeira deliciosa e redonda. Obviamente não pelo corpo, pois tendo uvas “parrudas” como Cabernet Sauvignon e Syrah, não dá para ele ter a delicadeza de um Pinot. Foi um vinho que além de me surpreender, foi uma experiência bacana, pois ele é realmente um vinho diferente.

A importadora para o Brasil é a Terramater (http://www.terramater.com.br/), a mesma da excelente “vinícola boutique” Von Siebenthal, dos vinhos Montelig, Carabantes, Parcela 7 e Tolknar. A faixa dos brancos é de mais ou menos uns R$ 90,00 e a dos tintos R$ 125,00, sendo que o Syrah é mais caro.

A hora que os restaurantes e consumidores descobrirem esta vinícola, com certeza ela rapidamente alcançará um destaque grande por aqui.


CHEERS!!

3 comentários:

Daniel Perches disse...

Olá. Boa dica. Vou guardar pois irei para o Chile visitar as vinícolas no final do ano.
Um abraço

Daniel Perches
www.vinhosdecorte.com.br

Jeriel disse...

Déco,

De fato vc tem razão porque esses vinhos são todos muito bons, sem exceção.

Abraço

Jeriel
blogdojeriel

Felipe disse...

Deco,
sim concordo inteiramente. A Loma Larga é bem especial. acabo de chegar do Chile (da feira de vinhos premium) tomei o Cabernet Franc, Malbec e o Syrah deles. todos 2007 e estao estupendos! a minha maior surpresa foi o Malbec. esta doce, interessante, largo e com taninos decentes!abs!