quarta-feira, 15 de julho de 2009

Portugueses contra-atacam

Notícia no site da Revista Adega conta que os produtores portugueses preparam um contra-ataque para reconquistar seu espaço no mercado da nação irmã, depois de verem as exportações para o Brasil diminuírem. Seguindo a linha do Ano da França no Brasil, nossos patrícios resolveram instituir no país o Ano do Vinho Português.

Uma parceria entre a Associação Brasileira de Sommeliers e a Viniportugal, a iniciativa consiste em promover palestras com enólogos representativos das regiões mais importantes de Portugal.
Apresentando o pior crescimento entre os exportadores, de apenas 0,66% em relação a 2007, o vinho português teve uma participação no mercado de 11,24% e 14,30%, respectivamente, em volume e valores.

Os vinhos Chilenos foram os campeões na preferência do público brasileiro, deixando para trás os argentinos no índice de garrafas importadas. 34,38% das garrafas que vieram para o Brasil em 2008 foram do país andino. 26,54 % eram argentinas.

Na seqüência da lista vêm os italianos, com 17,91%. Somente na quarta colocação estão os tradicionais vinhos de Portugal. A França é a quinta, com 4,54%.
Para mim, além da notícia desta reação portuguesa, fica a surpresa dos números chilenos e principalmente do baixo percentual de vendas de vinhos Franceses aqui no Brasil. Os mais tradicionais e glamurosos produtores de vinho tem menos de 5% de mercado!!!
CHEERS!!

Um comentário:

Camila disse...

Nossas novidades de Portugal!

http://www.grandcru.com.br/busca.php?pais=&uva=&tipo_vinho=&produtor=228&faixa_preco=&key=Nome+do+Vinho&x=22&y=11

abr,
Camila Perossi