terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

LUTO

Não é tipo de notícia agradável de se dar, mas como um dos princípios do Blog é ser uma fonte de informação, me sinto no dever de colocar até mesmo este tipo de notícia.

O presidente da Vinícola Salton, Ângelo Salton Neto, morreu nesta terça-feira em São Paulo após um infarto.

Ângelo era paulistano, formado em engenharia, e assumiu a presidência da Vinícola Salton antes dos 30 anos. Ele foi responsável pelo início dos investimentos da empresa em vinhos espumantes finos, um dos principais produtos da vinícola atualmente.

A companhia, fundada em 1910, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, inicialmente como um armazém, passou a dedicar-se à cultura de uvas e elaboração de vinhos.

Em 1948, estabeleceu uma filial em São Paulo para conseguir atender aos pedidos de todo o País.

Até 2008, a Salton possuía dois vinhedos modelos, Tuiuty e Santa Lúcia, com 70 hectares no total, e 550 fornecedores de uvas.

Certamente o Brasil perde um dos grandes entusiastas do vinho e um dos responsáveis pela melhora de qualidade de nossos vinhos.

E termino, infelizmente, sem o CHEERS tradicional por uma questão de respeito.

2 comentários:

Anônimo disse...

Déco,

Reconhecemos os grandes homens através de suas atitudes... Certamente o vinho nacional perdeu um de seus principais entusiastas.

Parabéns por esta justa homenagem e pelo seu delicioso blog!

Abs,

Rodrigo Gorga

Malela disse...

Foi uma perda mesmo Deco...
Mas acredito que ele se sentiria homenageado com um respeitoso Cheers...
Um brinde ao idealista que acreditou que no Brasil era possível produzir espumantes que seriam premiados, respeitados e degustados mundo afora...